W3Schools

Uma ação conjunta da Polícia Civil com Guarda Municipal de Barra do Piraí resultou na prisão, nesta segunda-feira (4), de um ex-soldado do Exército que ameaçava a ex-mulher grávida de sete meses. O suspeito, de 25 anos, foi preso em flagrante no Centro da cidade.

O novo delegado de Barra do Piraí, Rodolfo Atala, explicou que o casal se relacionou durante seis anos, estando separado há quatro. O ex-soldado, no entanto, não aceita o fim do relacionamento e, de acordo com o delegado, vinha aterrorizando a mulher com perseguições e ameaças.

A vítima está grávida de sete meses, fruto de um novo relacionamento e passou mal após receber uma mensagem de Whatsapp do ex-companheiro. Ela foi socorrida, levada ao hospital e passa bem, assim como o bebê.

“A 88ª DP realiza um trabalho em conjunto com a Guarda Municipal de Barra do Piraí no sentido de dar proteção integral às vítimas da Lei Maria da Penha. Tão logo os crimes foram comunicados, os agentes saíram em diligências e capturaram o ex-soldado”, informou Atala.

Segundo ele, o preso é conhecido pelo temperamento violento e possui 14 passagens pela polícia por casos suspeitos de tráfico de drogas, associação para o tráfico, crimes na forma da Lei Maria da Penha e por portar drogas dentro de instituição militar, o que gerou sua expulsão do Exército.

“A maioria dos casos de violência doméstica são subnotificados, sequer chegam ao conhecimento da polícia. É muito importante que as mulheres se encorajem e denunciem os agressores à Polícia Civil. Todos os casos serão analisados e terão resposta firme. É preciso combater com contundência todo tipo de violência contra a mulher, seja física, sexual, patrimonial e psicológica, inclusive assédio sofrido nas relações de trabalho. As vítimas podem contar com a Polícia Civil”, concluiu Atala.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem