W3Schools
Veículo arrastado com criança e pai em Três Rios — Foto: Joseilson Ferreira de Almeida/ Arquivo Pessoal

Uma criança, de oito anos, morreu por conta do temporal que atingiu Três Rios, no Sul do Rio de Janeiro no início da noite de domingo (10). A menina estava em um carro que foi arrastado pela correnteza para dentro de um córrego no bairro Purys.

O pai da criança estava conduzido o veículo pela Rua Alfredo de Meirelles quando a água começou a empurrar o carro.

Ele conseguiu sair do carro, mas a menina ficou presa no veículo e só foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros já dentro do córrego. A criança chegou a ser socorrida para a UPA da cidade, mas não resistiu e veio a óbito.

De acordo com a Defesa Civil, foram registrados 130 milímetros de chuva em pouco mais de três horas. A prefeitura decretou estado de calamidade pública por conta do risco de novas tempestades e alagamentos.

A água invadiu casas, arrancou parte do asfalto em alguns pontos e fez com que alguns moradores precisassem ser resgatados com botes. Os bairros mais afetados pelo temporal foram Purys, Monte Castelo, Santa Terezinha, Centro, Caixa D'água, Triângulo e Vila Isabel.


Rua alagada em Três Rios — Foto: Divulgação

Ainda segundo a Defesa Civil, 100 pessoas ficaram desalojadas. Não houve desabrigados. Nove pessoas que estavam em um ônibus precisaram ser resgatadas na Estrada União Indústria. O veículo ficou ilhado e submerso na enchente na localidade conhecida como Abobral.

Moradores com caiaques, cordas e remos ajudaram a Polícia Militar no resgate dos passageiros, do motorista e do cobrador, que estavam no teto do veículo. Ninguém ficou ferido.

As áreas de risco estão sendo monitoradas e o prefeito de Três Rios, Joa, realizou uma reunião emergencial com a comissão da Defesa Civil para discutir um plano de ação para dar assistência às pessoas atingidas.

Passageiros resgatados em caiaques em Três Rios — Foto: Polícia Militar

Segundo o secretário estadual da Defesa Civil, Coronel Leandro Monteiro, representantes das secretarias de Obras, de Meio Ambiente, de Ação Social e da Defesa Civil do estado irão a Três Rios nesta segunda-feira (11) para dar suporte às autoridades municipais.

Em Levy Gasparian, a prefeitura saiu da situação de emergência para calamidade pública por conta da chuva. Foram registrados 120 milímetros em cinco horas.

Com o temporal, diversos pontos da cidade ficaram alagados, houve deslizamentos de terra em encostas e, por conta do risco, famílias precisaram ser levadas para o Ginásio Sebastião Timóteo, no bairro Fonseca Almeida. A Defesa Civil está realizando cadastro das famílias desabrigadas.

Córrego onde carro foi arrastado durante temporal em Três Rios — Foto: Redes Sociais

No distrito de Anta, em Sapucaia, também houve registros de alagamento. Com a força da água, o paralelepípedo chegou a ser arrancado em alguns pontos do Centro.

Pelo menos uma família precisou se deslocar para um ponto de acolhimento. Segundo a Defesa Civil, a localidade está sem pluviômetro, mas a estimativa é de que o volume de chuva tenha sido de 100 milímetros.

Em Volta Redonda foram registrados 29,6 milímetros de chuva em três horas. A Defesa Civil atendeu quatro ocorrências de alagamento nos bairros Jardim Tiradentes e Roma I. Não houve registro de desalojados e desabrigados.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem