W3Schools
Foto: Redes Sociais

O temporal registrado entre a noite de segunda-feira (07) e a madrugada desta terça-feira (08), não afetou somente Barra Mansa e Resende.

Na região Sul Fluminense, moradores de municípios como Angra dos Reis, Volta Redonda, Paraty, Pinheiral e Valença também passaram pelo perrengue da forte chuva e do acúmulo de água nas ruas.

Em 24 horas, foram registrados 95 milímetros de chuva, em Angra dos Reis. O temporal gerou a queda de uma árvore, no bairro Pontal, mas a Polícia Rodoviária Federal já providenciou a liberação da pista. Apesar da chuva forte, a Defesa Civil não foi acionada.

Já em Volta Redonda, um carro foi arrastado e acabou caindo em um córrego, no bairro Siderlândia. Moradores que passavam pelo local no momento do incidente ajudaram os passageiros a saírem do veículo.

Uma equipe da prefeitura foi até o bairro nesta terça-feira (08) para realizar a remoção do carro. Ruas ficaram alagadas no bairro Conforto, impedindo o deslocamento dos moradores.

Segundo a Defesa Civil de Valença, choveu 24 milímetros nas últimas 48 horas e 13 milímetros de chuva nas últimas 24 horas. O bairro São Sebastião ficou tomado pela lama, impedindo o acesso de veículos na localidade. Apesar dos transtornos, não houve registro de feridos.

Em Pinheiral, a água entrou em algumas casas no bairro Varjão. A Rua Juvenal Xavier Botelho ficou alagada durante toda a noite. De acordo com a prefeitura, o acumulado de chuva foi de 117 milímetros e que mais da metade desse volume caiu em menos de 20 minutos.

Houve tromba d’água no bairro Condado, em Paraty, e pelo menos, uma família precisou ser desalojada por conta da enxurrada. Foram registrados 40 milímetros em menos de 24 horas.

A Defesa Civil do município destacou que 70 casas da parte baixa do bairro ficaram alagadas e reforçou o estado de atenção e está realizando uma vistoria de emergência no bairro.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem