W3Schools

A prefeitura de Sapucaia, no Sul do Rio de Janeiro, voltou a adotar medidas para evitar a propagação do coronavírus na cidade. Segundo o governo municipal, um dos motivos é o “elevado número de notificações e casos positivos registrados na última semana de novembro”.

As novas ações estão no decreto 4.170, publicado na segunda-feira (30). Entre as principais restrições está a suspensão de diversas atividades, públicas ou particulares, que possam gerar aglomeração de pessoas, como:

  • Parques, campos e quadras de esporte;
  • Casas de festas e eventos, boates, danceterias e salões de dança;
  • Feiras, peças teatrais, exposições e cursos presenciais;
  • Clubes de serviços de lazer;
  • Casas de shows e espetáculos de qualquer natureza;
  • Visitas a pacientes diagnosticados ou com suspeita de Covid-19, internados ou em observação na rede pública de saúde;
  • Bares, restaurantes e lanchonetes.
No caso bares, restaurantes e lanchonetes, poderão efetuar entrega em domicílio e disponibilizar a retirada no local de bebidas e alimentos prontos para embalo e para consumo fora do estabelecimento.


Além do comércio, o decreto também voltou a estabelecer restrições para a realização de velórios, podendo acontecer com, no máximo, seis pessoas, de preferência que não sejam do grupo de risco. Além disso, deve ser evitado o contato físico, com distância mínima de dois metros entre os presentes.

Caso a vítima tenho morrido de Covid-19 ou com a suspeita da doença, o sepultamento deverá ocorrer sem velório, de acordo com a prefeitura. O novo decreto já está em vigor e vale até o dia 15 de dezembro.

Até a publicação desta reportagem, Sapucaia tinha 802 casos confirmados de coronavírus, sendo 32 óbitos e 724 pessoas curadas. A Secretaria de Saúde da cidade segue monitorando 46 casos ativos da doença.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem