W3Schools

Comments

Recent

Bottom Ad [Post Page]

Archive

Full width home advertisement

Author Description

Hey there, We are Blossom Themes! We are trying to provide you the new way to look and use the blogger templates. Our designers are working hard and pushing the boundaries of possibilities to widen the horizon of the regular templates and provide high quality blogger templates to all hardworking bloggers!

Post Page Advertisement [Top]

Advertisement

Foto: Inea

A equipe do Refúgio de Vida Silvestre Estadual do Médio Paraíba (Revismep), unidade de conservação administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), avistou um lobo-guará (Chrysocyum brachyurus) próximo à sede da unidade de conservação, em Valença.

O animal é ameaçado de extinção e, recentemente, ficou mais famoso por estampar a nota de R$200 criada este ano.

O Refúgio de Vida Silvestre Estadual do Médio Paraíba é uma área sob regime especial de gestão que visa proteger ambientes naturais onde se asseguram condições para a existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora e da fauna residente ou migratória.

A unidade de conservação fica localizada entre os municípios de Barra do Piraí, Valença, Vassouras, Rio das Flores, Resende, Itatiaia, Porto Real, Quatis, Barra Mansa, Volta Redonda, Pinheiral, Paraíba do Sul e Três Rios.


Lobo-guará


O Brasil concentra 90% de exemplares da espécie e, apesar de ser endêmico da América do Sul, típico do Cerrado e dos Pampas, cada vez mais os lobos-guará estão aparecendo na Mata Atlântica. Isso ocorre pela perda de habitat natural em decorrência da expansão de áreas agrícolas e urbanas.

“O lobo-guará é um animal que está migrando há bastante tempo e vindo intensamente para a Mata Atlântica. Como o Estado do Rio de Janeiro concentra esse bioma, temos visto alguns locais de ocorrência da espécie”, explica o gestor da unidade de conservação, Ricardo Wagner.

São cada vez mais comuns notícias de lobos-guará deslocando-se para centros urbanos, e a razão é por ele ser um animal que anda em área aberta. “Ele não é um animal de floresta fechada, e sim um animal oportunista. Por ser onívoro, ele se atrai e está sempre em busca de alimento”, acrescenta Wagner.

Maior canídeo da América do Sul, o lobo-guará apresenta uma coloração avermelhada, longas patas finas e longas orelhas.

Considerado em estado de vulnerabilidade pela lista vermelha do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e em risco de extinção, as principais ameaças ao lobo-guará são caçadores, atropelamentos e a degradação do habitat natural por atividades resultantes da ação humana. Por isso, são essenciais políticas de preservação da biodiversidade.

Fonte: JBP

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem