W3Schools

Uma operação da Guarda Municipal de Valença, batizada de 'Operação Silêncio', está multando motociclistas flagrados utilizando cano de descarga adulterado - aquele que provoca ruído extremamente alto e incomoda comerciantes e moradores.

Segundo o artigo 230, do Código de Trânsito Brasileiro, adulterar a característica do veículo é considerado infração grave, com a perda de cinco pontos na carteira e multa de R$ 195.

Devido a necessidade do isolamento social e o crescimento do serviço de delivery, o transtorno tem se tornado constante na cidade, inclusive, afetando a saúde dos moradores.

Apenas no primeiro dia de operação, cerca de 80 motos foram averiguadas e oito condutores foram autuados e notificados a corrigirem a irregularidade.

Vale lembrar que uma Lei Estadual proíbe remover veículos durante o período de pandemia. Desta forma, os motociclistas são multados e liberados para que possam corrigir a infração.

"Nossa fiscalização tem o objetivo de coibir o uso do equipamento adulterado e diminuir os transtornos causados pelo barulho excessivo. Tanto motociclistas, quanto os donos de estabelecimentos precisam ficar atentos, pois também é uma questão de bom senso. Faremos outras, sem dia e horário marcado", afirmou o Comandante da Guarda Municipal, Murat.


Mãe relata sofrimento


"Meu filho tem autismo considerado leve, mas mesmo pra ele, o barulho que as motos fazem a noite, quando se tem menos barulho nas ruas, é muito perbubador. Ele tampa os ouvidos com as mãos e fica agitado. Já um filho de uma amiga chega a se mutilar, de tanto que o barulho deixa a criança atorduada, relata Alessandra Carvalho."

"Houve uma reunião no fim de agosto na Associação Comercial entre representantes do comércio, Guarda Municipal e outras mães de autistas e torcemos que eles nos ajudem nessa situação" comentou a mãe.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem