W3Schools

A Prefeitura de Paraíba do Sul, no Sul do Rio de Janeiro, passa a ficar responsável pela administração do Asilo Lar Vicentino a partir desta terça-feira (1º). A decisão foi publicada em decreto e vale por 180 dias.

O motivo da intervenção são as oito mortes de idosos que viviam na casa de repouso, cinco delas causadas pela Covid-19. Os óbitos aconteceram nos últimos 20 dias.

No decreto, a prefeitura aponta que a administração havia perdido o controle sanitário do espaço em relação às medidas de prevenção do novo coronavírus.

Nós tivemos cinco óbitos por coronavírus nas últimas semanas. Representa quase 20% dos óbitos de coronavírus na nossa cidade. Isso muito nos preocupa. Essa preocupação foi levada ao Ministério Público e à direção do asilo. Nós estamos, com apoio do Ministério Público Federal, fazendo um decreto onde a prefeitura vai fazer uma intervenção por 180 dias. Nós tentamos orientar as pessoas lá dentro, nós fizemos testes, nós fizemos capacitação, mas não foi o suficiente. Vamos em frente tomando essa atitude de cuidar dos nossos idosos do Lar Vicentino, disse o prefeito de Paraíba do Sul, Alessandro Bouzada.

O presidente do Lar Vicentino, Adílson Santos de Oliveira, não quis gravar entrevista, mas conversou com a equipe de reportagem da TV Rio Sul por telefone e informou que pediu renúncia do cargo na segunda-feira (31).

Com a intervenção, os 25 funcionários que prestavam serviços ao Lar Vicentino foram substituídos por funcionários públicos até que os problemas sejam resolvidos na Justiça.

As pendências com os antigos funcionários, que incluem atraso no pagamento de salário, não serão assumidas pela prefeitura e continuam sendo de responsabilidade da gestão anterior.

Após os 180 dias de intervenção da prefeitura, a gestão será devolvida a uma nova diretoria, que será constituída de acordo com o estatuto social do asilo.

Até a publicação desta reportagem, Paraíba do Sul tinha 34 mortes provocadas pela Covid-19, 895 casos confirmados da doença e 779 pacientes considerados recuperados.

Dos 21 idosos que o asilo ainda abriga, seis foram infectados pelo novo coronavírus e estavam em isolamento nesta segunda-feira.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem