W3Schools
Marcos Corrêa/PR
O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu hoje (22) quebrar o sigilo parcial da gravação da reunião ministerial do presidente Jari Bolsonaro realizada no dia 22 de abril. Pela decisão, somente partes do encontro que envolveram debates sobre outros países não serão divulgados.


O ministro é relator do inquérito obre a suposta interferência política do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF). Esse foi um dos pontos abordados pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro durante depoimento prestado à PF, comentando sobre o vídeo como prova desa ação do presidente.

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem